TIPOS DE SINISTRO

Quando um veículo sofre um sinistro, a seguradora paga uma indenização, cujo o valor dependerá do tipo de sinistro, ou seja, da extensão dos danos causados. Sendo assim, esse sinistro pode ser total ou parcial.

Um sinistro parcial ocorre quando os danos podem ser consertados. Dessa forma, a indenização a ser paga pela seguradora é proporcional aos prejuízos causados, quando o valor ficar abaixo dos 75% do valor de mercado do veículo.

Já um veículo sinistrado com perda total ocorre quando o carro sofre danos irreparáveis economicamente, ou seja, será necessário o conserto total. Então, quando o custo de reparo for maior do que 75% do limite máximo da indenização, a seguradora deverá restituir o valor integral da indenização ao cliente.

O sinistro total também ocorre em casos de roubo ou furto do veículo e, normalmente, após ser recuperado é encaminhado aos leilões.

Seja qual for o tipo de sinistro, comprar um veículo sinistrado pode oferecer riscos. Por isso, é necessário confirmar as informações sobre o mesmo em uma consulta deo histórico. Você pode realizar a sua consulta em nosso site (www.unionsul.com.br) e garantir a segurança e procedência do veículo antes de fechar negócio.

 

 

5 MOTIVOS PARA FAZER UMA CONSULTA UNION

Seja para comprar ou vender um veículo, revisar todas as informações e o funcionamento dele é imprescindível. Dessa forma, existem 5 motivos para você realizar uma consulta Union:

Credibilidade e procedência:

Nossa ferramenta coloca todas as informações e histórico de veículos à sua disposição, garantindo a procedência e a credibilidade na compra de seu veículo, além de proporcionar uma maior segurança.

Mais de 160 itens de verificação:

Em um único veículo, nosso serviço de consultas pode gerar mais de 160 itens de verificação com dados atualizados frequentemente garantindo a tranquilidade na hora da compra ou venda.

Checar se o veículo passou por leilão:

Realizando uma consulta Union, você verifica se o veículo já passou por leilão. Carros de leilão, em sua grande maioria, são veículos sinistrados, que foram recuperados de roubo ou furto ou apreendidos em blitz e passaram muito tempo parados.

Informações verídicas:

Através de uma consulta, você tem acesso ao histórico do veículo, assim, é possível saber quais são as informações verídicas sobre ele, como chassi, quilometragem, placa, antigos donos, multas e muito mais, evitando fraudes.

Consulta composta:

Por meio desta aplicação, o cliente tem a possibilidade de personalizar o melhor formato de consulta para o seu negócio, selecionando os itens de maior importância para sua operação. As opções de consultas compostas criadas ficam sempre disponíveis na página de consulta.

Realize sua consulta!

Acesse: www.unionsul.com.br

 

 

5 DICAS PARA COMPRAR SEU CARRO PELA INTERNET

Com a internet tudo ficou mais prático, porém, para realizar compras e vendas online são necessários alguns cuidados, principalmente, tratando-se de veículos. Por isso, preparamos algumas dicas para você seguir na hora de comprar um veículo online.

Procure um site confiável e com boas indicações

Algumas páginas apenas anunciam o produto e toda a negociação é feita diretamente entre o comprador e o vendedor, enquanto outras realizam toda a transação. Independente disso é necessário prestar atenção em todos os detalhes durante a compra e confirmar a confiabilidade. Sites confiáveis são normalmente verificados e contém o HTTS em frente ao seu link, o que significa que existe um certificado de garantia de informação e que você está seguro, alguns deles ainda recebem selos verdes.

Desconfie de preços muito baixos

Prefira sempre os veículos que estão na média de preço. Por mais que sejam mais caros eles oferecem o dobro de segurança. Além disso, o preço barato pode indicar algum erro. Fique atento.

Verifique a quilometragem

Carros com baixa quilometragem podem ter passado por uma adulteração no velocímetro, por marcarem menos do que deveriam e isso é crime. Se for o caso, evite fechar a compra e denuncie.

Avalie as fotos

As fotos devem ser fiéis ao veículo e apresentarem uma boa qualidade. Além disso, o vendedor deve divulgar várias fotografias a fim de evitar manipulações.

Faça uma consulta

Acessando nosso site, você pode realizar uma consulta que gera até 160 itens de verificação sobre o veículo, como histórico de leilão e de proprietários, indício de sinistro, Base Estadual/Nacional e diversos outros. O que garante confiabilidade na hora da compra.

Siga essas dicas e garanta uma boa compra!

VAI VENDER SEU CARRO?

Engana-se quem pensa que é só na hora da compra que se deve ter cuidado. Ao vender um veículo é necessário ter muita atenção e não esquecer alguns cuidados. Por isso, preparamos algumas dicas para você vender seu carro de forma correta e reduzir as chances do comprador desistir do negócio.

  • Cuide da aparência

Valorize seu veículo e cuide da aparência, o mantenha limpo e cheiroso. Um veículo sujo não passa a imagem de seminovo e sim de mal cuidado, o que pode acabar com o interesse do comprador.

  •  Valorize o histórico do veículo

Se o seu veículo tem um bom histórico o ideal é exibi-lo. Tenha em mãos os documentos que comprovem que ele foi bem cuidado, não passou por acidentes, leilões ou enchentes. Procure mostrar ao comprador os documentos que comprovam as revisões e notas de trocas de peças. Evite deixar para pagar multas ou documentação na última hora, o ideal é estar com tudo em dia para passar total segurança.

  • Faça uma revisão

Se você fosse comprar um carro não gostaria de ter problemas logo de cara, não é? Mande seu veículo para uma revisão e caso seja necessário faça os reparos, sem jogar essa responsabilidade para o próximo dono, afinal, é sua obrigação. Lembre-se de guardar as notas e coloque no anúncio de venda que o automóvel passou por uma revisão completa.

  • Mantenha a originalidade

É claro que nem sempre é possível manter o veículo completamente original, mas o ideal é evitar peças que não sejam originais. Partindo dessa lógica, retire todas as customizações feitas, como engates, rodas maiores, adereços esportivos, adesivos, entre outros. Além de um gasto a mais, eles desvalorizam o veículo e tornam a venda mais difícil.

  • Faça uma consulta

Muita gente não conhece, mas a consulta veicular comprova a procedência do veículo por meio de um laudo. Uma consulta Union, pode gerar mais de 160 itens de verificação em um só veículo, com dados atualizados e precisos. Uma prova física de que seu veículo está em boas condições para venda.

  • Transferência

Não se esqueça de realizar a comunicação de venda. O procedimento consiste em fazer uma cópia autenticada do documento de transferência e levar até o Detran, solicitando para comunicar a venda essaysecond.com. Em alguns Estados o próprio cartório civil realiza essa comunicação, no momento em que o comprador e o vendedor comparecem para autenticar assinaturas no documento DUT. A partir daí, qualquer evento ocorrido com o veículo passa a ser de responsabilidade do comprador, independente deste realizar a transferência ou não.

Não deixe de acompanhar a transferência do veículo após a compra. Pois, mais tarde, caso receba alguma multa, não será possível saber se foram registradas por você ou pelo novo proprietário.

Dessa forma, sua venda será bem sucedida e pode acontecer de uma forma muito mais rápida e sem complicações.

Boa sorte!

 

QUAL É A IMPORTÂNCIA DO DECODIFICADOR DE CHASSI?

Para quem não entende aqueles números e letras não fazem nenhum sentido, não é mesmo? Porém, eles compõem regras importantes que foram implantadas na década de 80 (ISSO 3779).  Além de garantir a procedência e a originalidade do veículo, prevenindo falsificações e clonagens.

Help desks continue to be a comparative rarity. It is essential that your desk supplies you with a pleasant working atmosphere. Ergonomic couches are also perfect for educators as they truly are light weight and don’t occupy a good deal of classroom distance. Ergonomic desks made out of rotomolding can be manufactured at a diverse variety of colors to boost the classroom atmosphere.

When sitting at a circle it is simpler for students not to just determine who’s talking, yet to produce eye contact with speaker. Being students could possibly be hard time and a lot of students don’t get support services for a selection of reasons including time pressures, and unsure where to seek out assistance and feeling embarrassed. Students using fidgets frequently have one or two that they prefer, but it’s very good to get many distinct kinds accessible to retain interest.

Students are invited to combine with a minumum of one club of their pick. The students aren’t given any materials or instruction regarding that which they can and can not do, permitting the yarn to catch their own day-to-day thoughts and experiences.

He must be moving every so often so they have no any long-term medical problems from a sedentary lifestyle. Students on campus needs to get in touch with the library or laboratory staff in the spot for support Onemomentessay. Students off campus or later hours must talk to the Student Technical Service Center for support.

Desks are typically made from metal or wood, although materials like tempered-glass are periodically seen. The brand new desks may be transformed into many unique angles and shapes, that will be exceptional for musicians. The newest ergonomic desk stipulates the exact clear answer by building a item which is functional and attractive and lower in cost compared to standard combo faculty desks.

No Brasil essa numeração passou a valer a partir de 1986/87 quando os veículos começaram a ter dois números gravados iguais para dificultar fraudes. Mas você sabe o que todo esse código significa?

– O primeiro dígito define a região geográfica em que o veículo foi fabricado;

– O segundo dígito representa o país de origem;

– O terceiro é a inicial do fabricante;

– A sequência de seis dígitos define o modelo e demais informações do veículo;

– Em seguida o ano do modelo;

– E por último, a sequência que corresponde ao local de fabricação e ao número de produção.

Com a decodificação deste código, é possível analisar os dados originais do veículo e compará-los para averiguar possíveis fraudes de adulteração do chassi e de dados técnicos do veículo.

Fazendo uma consulta Union, você consegue decodificar o seu chassi, garantindo mais segurança e garantia de procedência na compra de seu veículo! Acesse: www.unionsul.com.br

NOVO X USADO: QUAL É A ESCOLHA CERTA?

Na hora de comprar um veículo a dúvida sempre é a mesma: novo ou seminovo? Nessa situação, os seminovos são indicados para quando o orçamento é menor, porém, é necessário levar em conta diversos fatores antes de realizar a compra:

Orçamento

Procure pelo melhor preço! Uma maneira de ter um carro novo, por um preço mais baixo, é comprar um modelo que esteja saindo do mercado, esses costumam ser mais baratos, porém, deve-se levar em consideração a depreciação já que trata-se de um veículo que está saindo de linha. Nesse caso, o seminovo é uma boa opção para que você tenha um carro atual por um preço justo.

Finalidade

Aqui é necessário avaliar o fim para que o veículo será utilizado, caso seja para passeio, o seminovo é uma boa opção. Já para o trabalho, ou para longas viagens, é importante optar por um veículo novo para evitar problemas na estrada.

Inclua as manutenções no orçamento

Nesse quesito, o carro zero certamente leva vantagem. Carros novos oferecem garantia de fábrica, que varia de 1 a 6 anos. Comprar peças novas para um veículo seminovo pode resultar em um grande prejuízo.

Evite comprar usados de leilões ou desconhecidos

Comprar veículos de pessoas físicas desconhecidas é algo bem arriscado. Essas transações não possuem garantias, nem estão previstas no Código de Defesa do Consumidor.  Leilões também não são indicados, pois, o índice de veículos sinistrados a venda é muito. O indicado é evitar esse tipo de negociação, ou fazer uma consulta do histórico do veículo, você pode fazer isso no nosso site: www.unionsul.com.br

Levando essas dicas em consideração sua escolha pode ser a certa! Faça sua consulta Union e livre-se das dúvidas. Compre com segurança.

 

POSSO COMPRAR UM VEÍCULO DE LEILÃO?

Na hora de realizar a compra de seu novo veículo, entendemos que um preço baixo tende a ser tentador. Os leilões oferecem veículos com valores até 35% menores do que os praticados pelo mercado de usados. Porém, a avaliação é apenas visual, nem mesmo o motor pode ser ligado, o que pode resultar em um grande prejuízo.

É possível encontrar em um leilão, desde carros com menos de 10 mil quilômetros rodados, retomados pelos bancos por inadimplência no financiamento, automóveis apreendidos em blitz policial e que estão nos pátios do Detran. Até os mais perigosos: os sinistrados. Veículos sinistrados são os que passaram por problemas como roubo, enchentes e acidentes de perda total, por exemplo. Com alguns reparos, é possível fazer com que eles pareçam quase novos, o que engana até mesmo um profissional qualificado da área.

Por isso, antes de participar de um leilão, é necessário analisar o histórico da leiloeira, o preço de mercado do veículo em questão e estar acompanhado de um mecânico de confiança na hora da avaliação visual. E, principalmente, consultar o seu histórico para evitar qualquer surpresa, assim, é possível saber por quais razões o mesmo está sendo leiloado, quais foram as alterações realizadas, antigos proprietários e etc. Você pode obter essas informações, realizando uma consulta Union (www.unionsul.com.br).

Independente de onde realizar a compra, sempre haverá riscos. No entanto, se o carro estiver em boas condições e com um bom histórico, o comprador fará uma compra mais segura. Porém, ainda assim, o aconselhado é evitar a compra de veículos de leilão.

ACIDENTES REALMENTE DEPRECIAM O VEÍCULO?

Além de muito incômodo, outra consequência do acidente de trânsito é a depreciação do veículo, isto é, a desvalorização do valor de mercado do automóvel em virtude do sinistro.

Não há dúvidas que a depreciação no veículo se trata de um dano material e, como tal, é passível de indenização. Porém, ao recebê-la e realizar o conserto do veículo ainda não é possível remover o acidente do histórico dos documentos.

Ao substituir as peças originais, renovar a pintura e entre outros itens, o veículo perde sim o seu valor e entra em depreciação. Por mais que colisões, enchentes e furtos deixem suas cicatrizes, o passado de um veículo sempre pode ser bem maquiado por serviços realizados em oficinas ou “martelinhos de ouro”. Por isso, até mesmo para especialistas, analisar veículos usados apenas “no olho” pode ser um mistério.

Para eliminar qualquer dúvida, o ideal é realizar uma vistoria de avaliação antes da compra. Caso o resultado do laudo seja veículo “sinistrado” ou “REM” (chassis remarcado), evite comprar o veículo. Devido ao histórico de problemas graves, eles sofrem uma depreciação de 20% a 30% no momento da revenda.

Além da vistoria, você pode contar com a Union para realizar consultas sobre o histórico do veículo em questão. Nossas consultas podem gerar mais de 160 itens de verificação em um só veículo, com dados atualizados e precisos, o que garante que sua compra será segura e sem erro.

Faça sua consulta:

www.unionsul.com.br

6 DICAS PARA RENOVAR O ESTOQUE DA SUA LOJA OU CONCESSIONÁRIA CORRETAMENTE

Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), a previsão de crescimento nas vendas de veículos para este ano é de até 12%. Um dado importante para quem trabalha no ramo já que, os estoques devem ser renovados e reforçados. Porém, é nesse momento que muitas perguntas rodeiam os lojistas. Como renovar o estoque de forma correta? Preparamos algumas dicas para facilitar esse processo e realizá-lo de forma mais segura e responsável. Confira!

1 Determine a quantidade do estoque observando os veículos que tem uma boa saída, observe também, o prazo que eles demoram a chegar da fornecedora e tempo gasto entre os dois. Assim, será possível saber qual deve ser o estoque mínimo de cada veículo e evitar que prejudiquem as vendas;

2 Procure por empresas especializadas em repasse veicular. Contar com uma empresa com equipe especializada e próxima a você fará uma grande diferença.  Comprar veículos de repasse também pode ser uma boa opção, além de oferecerem um valor mais baixo, os carros de repasse são um ótimo investimento para donos de revendas e concessionárias. Se você ainda não sabe o que são veículos de repasse, confira este post explicado no nosso blog: https://goo.gl/xPzXHo

3 Tenha certeza de que está comprando o veículo certo, faça uma avaliação da quilometragem, procure pela oferta e demanda do modelo do veículo levando em consideração o ano e a marca. E principalmente, busque pelo seu histórico, evitando veículos que passaram por acidentes e alterações;

4 Tenha cuidado com débitos e restrições (nossas consultas respondem essas perguntas, apontando débitos estaduais e municipais, além de restrições financeiras, administrativas ou judiciais, entre outras);

5 O barato pode sair caro! Carros sinistrados ou de leilão são um grande motivo de prejuízos e devoluções de compras. As consultas da Union resolvem isso. Nossas bases de dados são o que há de mais moderno no segmento, oferecendo ao comprador a máxima segurança nos dados sobre qualquer veículo no território nacional;

6 Avalie o veículo pessoalmente! Nada como uma boa avaliação, não é mesmo? A Union possui equipe própria e parceiros em todo território nacional. Oferecemos serviço de vistoria remota com fotos, análise pela nossa mesa técnica e laudo padronizado e online através do nosso sistema. Você traz o carro com a certeza das suas condições reais. Basta consultar a disponibilidade do serviço no Estado onde o carro se encontra em nosso site e, caso haja a disponibilidade enviamos um de nossos vistoriadores;

Um estoque de qualidade pode mudar o rumo do seu negócio e para isso, cada detalhe faz a diferença. Fique atento e siga as nossas dicas!

VOCÊ SABE O QUE É UM VEÍCULO DE REPASSE?

É normal que, ao procurar um carro para comprar, naveguemos pela internet em busca do melhor preço e bom estado do veículo e, é nesse momento em que nos deparamos com anúncios de “carros em repasse”. Mas afinal, o que são veículos de repasse?

Existem dois tipos de repasse:

Os veículos de repasse são carros em bom estado, que não passaram por leilões e não tiveram acidentes de perda total, que são vendidos abaixo da tabela de mercado. Ao optar por um preço mais baixo que os praticados pelo mercado, o comprador fica ciente que veículos de repasse não permitem oferecer garantia e revisões mecânicas e/ou estéticas que poderão ser necessárias dependendo do critério do comprador.

O outro tipo de repasse, bastante praticado por concessionárias, envolve um modelo usado como entrada ou parte do pagamento na compra de um veículo novo. Para que assim, ambas as partes se beneficiem com o negócio. Os modelos mais novos e em melhor estado recebidos pelas concessionárias são levados ao setor de seminovos e usados, já os demais, são vendidos a revendas por preços mais baixos. Porém, isso não necessariamente significa que eles estão em mau estado de conservação, pois, a avaliação destes veículos leva em consideração o custo da revisão para revendê-los, o tempo de uso, a média anual de quilometragem e também, a demanda pelo modelo/versão do veículo.

Mas qual a diferença entre revenda e repasse?

É comum que pela semelhança do termo exista uma confusão. Mas, de forma geral, uma revenda compra um veículo e dá a ele um tratamento: revisão mecânica, conserto de problemas técnicos, ou desgastes superficiais. Assim ele está em perfeitas condições e pronto para um novo comprador. A revenda geralmente atesta um carro em boas condições, e em condições totalmente regulares de compra e venda.

Já o repasse de carros, por outro lado, funciona como o próprio nome indica, simplesmente repassando o produto recebido, sem a obrigatoriedade da realização de melhorias.

Enfim, tudo depende de procedência e informações verídicas sobre o veículo em questão, para que a compra possa ser realizada sem futuras complicações.

Boa compra!